quarta-feira, 25 de junho de 2014

QUE SAUDADE É ESSA








ESPEREI
NO VERÃO PASSADO
NA SAUDADE
QUE FICOU AO MEU LADO
QUANDO A SOLIDÃO
VEIO ME VISITAR
ESPEREI
NAS NOITES ESTRELADAS
NAS NOITES ENLUARADAS
QUE VIESSE
E LEVA SE ESTAS LÁGRIMAS
QUE HOJE BRILHAM EM MEU OLHAR
ESPEREI
MADRUGADA ADENTRO
TENDO EM MEU PENSAMENTO
O SEU SORRISO
O SEU JEITO DE SER
O MOTIVO
POR QUE HOJE ESTOU TRISTE
NESTA POSSIBILIDADE
QUE A SAUDADE ME DEU
DE TE ESQUECER
ESPEREI
DEBRUÇADO NA JANELA
NO APAGAR DA LUZ DA VELA
QUE DERRETEU
POIS O SOL ME DEU
A LUZ QUE NÃO TIVE
EM VOCÊ
ESPEREI
POR NOITES SEM FIM
NAS LEMBRANÇAS QUE EM MIM
ME TROUXE VOCÊ
NA SAUDADE DOIDA
QUE NUNCA DEIXOU DE DOER
ESPEREI
MINUTOS E SEGUNDOS
POR UM MUNDO
DE CORES
FLORES
E FANTASIAS
ESPEREI TODOS OS DIAS
E VOCÊ NÃO VEIO
E EU RECEIO
QUE ME ESQUECEU
QUE A LÁGRIMA QUE ME DEU
SEJA A ULTIMA A ME DAR
NESTE ULTIMO BRILHAR

QUE COM O TEMPO... DESAPARECEU.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for blogspot, Blogger...