terça-feira, 17 de junho de 2014

SENTADA NA JANELA







SEI QUE SABE
QUE A SAUDADE
DOI
QUE O VENTO PASSA
QUE A MADRUGADA É FRIA
QUE O SOL VEM EM CADA
AMANHECER
SEI QUE SABE
QUE É VERDADE
QUE EU TE AMO
QUE SINTO SUA FALTA
QUE CHORO
QUANDO ESTOU SOZINHO
QUE ESTE CAMINHO
NÃO ME LEVA A NADA
É APENAS UMA ESTRADA
COMO OUTRA QUALQUER
SEI QUE SABE
QUE A FELICIDADE
DEPENDE DE NOS
QUE ESTAMOS SÓS
PORQUE PERMITIMOS
APENAS FLUÍMOS
POR AI
FEITO UMA NUVEM CINZENTA
QUERENDO TRAZER A
TEMPESTADE
SEI QUE SABE
QUE FICA AI
SENTADA NA JANELA
ESPERANDO A CHUVA VIR BATER
NELA
PARA QUE VEJA MINHAS LÁGRIMAS
ESCORRENDO PELA VIDRAÇA
ENQUANTO O TEMPO PASSA
E DEIXAMOS DE VIVER
VOCÊ ESTA CANSADA DE SABER
QUE SOU UMA PESSOA SOFRIDA
QUERENDO VIVER ESTA VIDA
COM DIGNIDADE
POIS SE FOR PRECISO

QUERO QUE SAIBA... EU MORRO DE SAUDADE.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for blogspot, Blogger...