segunda-feira, 9 de junho de 2014

VOCÊ DISSE ADEUS





O FRIO DO INVERNO
ERA INTENSO
APENAS O LENÇO
ABANAVA NO ESPAÇO
ERA PEDAÇOS
DE MIM QUE PARTIA
FIM DE MADRUGADA
O NASCER DO DIA
FOI ASSIM
VOCÊ LONGE DE MIM
SEM NADA DIZER
APENAS OUVI DE VOCÊ
AQUELE ADEUS
AQUELE ATÉ NUNCA MAIS
E EU FUI INCAPAZ
DE IMPEDIR
QUE FOSSE EMBORA
O FRIO DEIXOU MEU CORAÇÃO
CONGELADO
EU AINDA NÃO ESTAVA PREPARADO
PARA DIZER ADEUS
PARA VER OS OLHOS TEUS
SE DISTANCIANDO
DESTE JEITO
POIS EM MEU PEITO
A DOR ERA IMENSA
E A NEVE CAIU
COBRINDO A ESTRADA
APAGANDO SUA PEGADA
DEIXANDO APENAS RASTROS
DESTE PERFUME QUE O VENTO
ARRANCOU DO SEU CORPO BONITO
E SE HOJE EU GRITO
O SEU NOME NESTAS NOITES SEM FIM
ESPERO QUE PENSE EM MIM
ASSIM COMO EU PENSO EM VOCÊ
POIS É DIFÍCIL ESQUECER
QUEM A GENTE AINDA AMA
APAGAR ESTA CHAMA
QUE QUEIMA
POR DENTRO
POIS NEM MESMO O VENTO
ELA VAI SOPRAR
É COMO ESTA LÁGRIMA NO ROSTO

QUE DENTRO DO MEU DESGOSTO... ENCISTE EM BRILHAR.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for blogspot, Blogger...