segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

SOMBRAS








Você matou
Minha sede
Deitou se na rede
E me deixou te amar
Eu me lembro
Avia estrelas
E brilhava o luar
Foram desejos sem fim
era eu em você
E você em mim
Pele macia
Aveludada
Até parecia
Uma fada
Um anjo
Em forma de mulher
Uma estrela qualquer
Brilhando
No firmamento
Me deu suas asas
O vento
E eu voei
Só sei
Que amei
Muito mais do que avia
Amado
Foi o meu corpo ao teu
Colado
Que me deu
A FANTASIA
A MAGIA DE UM ABRAÇO
E DE PEDAÇO EM PEDAÇO
O SOL FOI SURGINDO
ERA UM DIA LINDO
E PERFUMADO
FOI UM AMOR SEM PECADO
SEM ILUSÕES
SEM NADA PARA DIZER
APENAS AVIA FOGOS DE ARTIFÍCIOS
QUE ENTRE OS EDIFÍCIOS
EXPLODIU
ERAM FOLHAS QUE NO RIO
A CORRENTEZA LEVOU
E FOI AI
QUE MEUS LÁBIOS NOS TEUS
NAQUELE BEIJO QUE ME DEU... SIMPLESMENTE COLOU.
ERAM COISAS NOSSAS
MINHAS E TUAS
ENCANTOS QUE A LUA
NOS DAVA
ENQUANTO BRILHAVA
ENTRE AS SOMBRAS

QUE AS LÁGRIMAS... ESCONDEU

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for blogspot, Blogger...