sábado, 10 de outubro de 2015

DESCOMPASSO







IMPERFEITO
É ESTE MEU JEITO
DE TE AMAR
QUERO CHORAR
MAS A LÁGRIMA
NÃO VEM
QUERO SORRIR
MAS NÃO SEI TAMBÉM
SOU UM DESCOMPASSO
O VAZIO DE UM ABRAÇO
PEDAÇOS
QUE SE ESPALHOU POR AI
ME DEIXE FLUIR
SER LUZ
ENQUANTO ME SEDUZ
COM SEUS TREJEITOS
ENCOSTA SUA CABEÇA
EM MEU PEITO
E ME DEIXE TE LEVAR
NESTE MEU SONHAR
ENQUANTO A LUA PASSA
A VIDRAÇA
EMBAÇOU
FOI A LÁGRIMA QUE ESCORREU
E LA NO CHÃO FICOU
EU ACHO QUE MORREU
FOI O FIM
NADA SOBROU PARA MIM
A NÃO SER LEMBRANÇAS
SOU UM A CRIANÇA
BRINCANDO COM SUA PIPA
É APENAS RIPAS
APODRECIDAS PELO TEMPO
SOU O VENTO
A CHUVA
A ESTRADA
A CURVA
A DERRAPAGEM
UMA PASSAGEM SÓ DE IDA
A FERIDA
QUE NÃO SE FECHA
A PONTA DE UMA FLECHA
CRAVADA NO ARVOREDO
O SEGREDO
QUE SEI NÃO SE REVELARA
SOU A LÁGRIMA QUE VAI
SE ESPALHAR
MOLHANDO O PÓ DA ESTRADA
SOU A LENHA MOLHADA
QUE NÃO ASCENDE
E QUE DE REPENTE
FOI ESQUECIDA
LUZES DE UMA AVENIDA

SENDO... APAGADA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for blogspot, Blogger...