segunda-feira, 23 de novembro de 2015

QUANDO O VENTO TOCA





NÃO É CERTO
VIVER
NESTE DESERTO
NÃO TER NADA
A NÃO SER ESTA
ESTRADA
VAZIA
E SEM COR
POIS NEM MESMO
A FLOR
VIVE SEM ESPINHO
E MEU DESTINO
É VIVER SÓ
SER PÓ
SER NADA
POIS MINHA VOZ
CALADA
SILENCIA
QUANDO DEVIA
GRITAR
SÃO LÁGRIMAS
QUE VEJO ROLAR
ENTRE A NEBLINA
DO AMANHECER
E ONDE ESTA VOCÊ
QUE SE PERDEU
ENTRE O SONHO
E A REALIDADE
E QUE A MUITO DEIXOU

EM MEU PEITO... A SAUDADE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for blogspot, Blogger...