domingo, 13 de dezembro de 2015

SOZINHO






PELOS CAMINHOS
OS ESPINHOS
MATARAM A FLOR
FOI APENAS O AMOR
QUE MORREU
A ULTIMA LÁGRIMA
VERTEU
E SE ESPATIFOU PELO CHÃO
FOI TUAS MÃOS
QUE ME ACENOU AQUELE
ADEUS
SOZINHO
COMO AVE SEM NINHO
VOU VOANDO POR AI
TENTANDO EVOLUIR
DENTRO DOS SEUS PENSAMENTOS
POIS DEI TEMPO AO TEMPO
E NADA
É APENAS SONHOS DESTA MADRUGADA
FRIA
DESTAS HORAS VAZIAS
QUE NÃO PASSA
POIS A LUA SOBRE A VIDRAÇA
DEIXA SUA CLARIDADE
SÃO APENAS RECORDAÇÕES
LEMBRANÇAS
E SAUDADE
SÃO DORES NO PEITO
SABORES QUE NEM SEI DIREITO
QUE GOSTO TEM
POIS LA MUITO ALÉM
VAI OS SONHOS MEUS
QUE A PROCURA DOS TEUS
NADA ENCONTRA
É APENAS UMA PONTA

DO ICEBERG... QUE DERRETEU.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for blogspot, Blogger...