terça-feira, 14 de março de 2017

BRISAS E VENTOS






CRIEI UMA TEMPESTADE
DENTRO DE MIM
LANCEI PELO ESPAÇO
MEUS PEDAÇOS SEM USO
FIQUEI CONFUSO
ME PERDI
TIVE QUE ENGOLIR
MINHAS LÁGRIMAS
FRIAS
E DENTRO DESTAS NOITES
VAZIAS
SAI POR AI
FEITO UM NADA
SOMBRAS QUE PELA ESTRADA
NEM A LUA ILUMINOU
SÃO BRISAS E VENTOS
FALTA DE ARGUMENTOS
FALTA DE SENSIBILIDADE
SAI POR AI NAS ASAS DO VENTO
EM BUSCA DE NOVAS SAUDADES
SOU UMA AVE PERDIDA
VOANDO SEM DIREÇÃO
SOU LEMBRANÇAS PERDIDAS
UMA ILUSÃO
SOU UM NADA
UMA NOVA ESTRADA
CHEIA DE PÓ
SOU AQUELE NÓ
DO LAÇO
SOU APENAS RECORDAÇÕES

UM LONGO... ABRAÇO.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for blogspot, Blogger...