quinta-feira, 23 de março de 2017

CHUVAS DE OUTONO





FOLHAS CAEM
ENTRE AS GOTAS
DESTA CHUVA
QUE DESDE ONTEM
NÃO DEIXA DE CAIR
MINHAS LÁGRIMAS
VEM FLUIR
EM MINHA FACE CANSADA
JÁ NEM SEI
QUANTAS MADRUGADAS
PASSEI ACORDADO
TENDO AO MEU LADO
ESTE VAZIO PROFUNDO
JÁ NEM SEI SE MEU MUNDO
É O SEU
POIS DENTRO DA NOITE VOCÊ
SE PERDEU
CARREGADA PELO VENTO
DESTA TEMPESTADE
SERIA SAUDADE
OU RECORDAÇÃO
ESTA ILUSÃO
ESTE TRISTE DIA
POIS MINHA VIDA VAZIA
NÃO TEM GRAÇA
POR MIM APENAS PASSA
ESTAS CHUVAS DE OUTONO
POEMAS QUE COMPONHO

EM NOITES... SEM FIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for blogspot, Blogger...