quinta-feira, 4 de maio de 2017

ANDANÇA








SIGO MEU CAMINHO
ENTRE FLORES
E ESPINHOS
ENTRE PENSAMENTOS
QUE EM DESALINHO
ME COBRE DE SAUDADE
SIGO FEITO O VENTO
QUE PASSA
COMO SE FOSSE
UMA NUVEM DE FUMAÇA
QUERENDO O SOL ESCONDER
POIS ESQUECER
EU NÃO QUERO
OUÇO UM BOLERO
E CHORO POR VOCÊ
SIGO EM MEIO A TEMPESTADE
CHUVAS DE VERÃO
RIOS DE SAUDADES
NESTA PONTE
QUE FORMA ENTRE A ALMA
E O CORAÇÃO
SIGO ENTRE O BRILHO
DAS ESTRELAS E DO LUAR
PISANDO NAS AREIAS
COMO SE FOSSE O MAR
DEIXANDO PEGADAS PROFUNDAS
POIS TUAS LÁGRIMAS EU SEI
AS MINHAS DERRAMEI
ENQUANTO O VENTO FORMOU
AS DUNAS
SIGO EM POEMAS
E POESIAS
SOU COMO A LUZ DO DIA
QUE EM TEUS OLHOS
VEIO REFLETIR
POIS SEI QUE LOGO
VOU PARTIR
ASSIM QUE ESCURECER
VOU SER SOMBRA
EM NOITE ESCURA
QUE AO PROCURAR A LUA
ENTRE AS ESTRELAS
VÃO DESAPARECER.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for blogspot, Blogger...